Histórico - Biblioteca

     O Col√©gio Militar do Rio de Janeiro foi criado em 06 de maio de 1889. Valorizando a import√Ęncia da leitura, desde da cria√ß√£o da Institui√ß√£o surgiu a necessidade de ter um espa√ßo com livros que serviriam de apoio did√°tico para aulas. Muitos militares e civis cultivaram essa ideologia, assumindo cargo de chefia do espa√ßo que era compreendido como biblioteca, que disponibilizava livros para leitura local, ou seja, n√£o se realizava o empr√©stimo, funcionando como espa√ßo de suporte de informa√ß√£o, ainda manuscritos, e,  posteriormente vindo a conter livros impressos e peri√≥dicos.

     H√° registros fotogr√°ficos e depoimentos de ex-alunos que indicam a exist√™ncia de um espa√ßo destinado √† leitura e acondicionamento de cole√ß√Ķes liter√°rias j√° na d√©cada de 1900, n√£o h√° d√ļvidas, uma vez que o col√©gio foi inaugurado em 1889. Oficialmente, a data de inaugura√ß√£o √© do ano de 1962.

    Pelo hist√≥rico dos documentos internos, que exerceram a fun√ß√£o de chefe da Biblioteca desta renomada institui√ß√£o educacional os seguintes membros:

 

  • Tenente Jos√© Ariano Bezerra Cavalcante no ano de 1892
  • Manoel Onofre Muniz Ribeiro no per√≠odo de 1890-1892
  • Tenente Coronel Francisco Victor da Fonseca no ano de 1893
  • Major Elydio Fernandes da Silveira no ano de 1894
  • Tenente H√©lio Jos√© R√™llo de Souza no per√≠odo de 1996-1997
  • Tenente M√°rcia Pimentel no per√≠odo de 1998-2001
  • Tenente M√°rcia Lessa no per√≠odo de 2001-2002
  • Capit√£o Luis Batista Mata no per√≠odo 2002-2004
  • Coronel Hamilton Santiago de Almeida no per√≠odo 2006-2009
  • Tenente Leandro Pacheco de Melo no per√≠odo 2009-2013
  • Aspirante Iris Cristina Santos da Silva no per√≠odo 2014 -

 

Em 1962, no Comando do General Raphael de Souza Aguiar a biblioteca foi instalada, organizada como Biblioteca Marechal Trompowsky. Com registro de dados em Boletim Interno n¬į10, de 15 de janeiro de 1962, ocupando assim toda ala do pavilh√£o Felisberto de Menezes, onde iniciou o sal√£o de leitura, consulta e estudo, contendo instala√ß√Ķes sanit√°rias para atender a seu p√ļblico, professores, alunos e civis do Col√©gio Militar do Rio de Janeiro. O princ√≠pio b√°sico de sua instala√ß√£o foi √† centraliza√ß√£o de informa√ß√Ķes, servi√ßos, recursos, e principalmente de seu acervo. Foi nomeada no ano da inaugura√ß√£o como chefe da biblioteca a funcion√°ria Maria L√≠gia da Fonseca.

Identificamos também a atuação das seguintes profissionais de Biblioteconomia:

  • Elizabeth Olcese de Souza no per√≠odo de 1997-2010
  • Divaneise e Silva no per√≠odo de 1998-2004

 

Estes profissionais aplicaram seus conhecimentos de acordo com o contexto do per√≠odo, durante o qual foram gestores de informa√ß√£o e servi√ßo, realizando atividades ligadas √† ci√™ncia  denominada Biblioteconomia. 

Atualmente a biblioteca do Colégio Militar está subordinada à Divisão de Ensino, e indiretamente ao Departamento de Ensino e Pesquisa do Comando do Exército (DEPA).

No ano de 2006 foi criada a Funda√ß√£o Trompowsky, em homenagem ao c√©lebre Marechal Roberto Trompowsky Leit√£o de Almeida, intitulado como o patrono do Magist√©rio no Ex√©rcito. Com a miss√£o de apoiar projetos de pesquisa, ensino e extens√£o e de desenvolvimento cient√≠fico e tecnol√≥gico do Departamento de Educa√ß√£o e Cultura do Ex√©rcito e de outros √≥rg√£os do Sistema de Ensino do Ex√©rcito. 

No per√≠odo de 2007 a 2009 a Biblioteca do Col√©gio Militar do Rio de Janeiro recebeu investimentos da Funda√ß√£o para obras, com a finalidade de moderniza√ß√£o. Com seu layout modificado, foi reinaugurada em 06 de abril de 2009. 

Cresceu o entendimento que as bibliotecas de unidades militares deveriam sofrer um processo de moderniza√ß√£o, iniciando diretrizes estabelecidas pelo Departamento de Ensino e Pesquisa (DEPA), objetivando melhorar a qualidade das unidades de informa√ß√Ķes, quanto ao acervo e instala√ß√Ķes, recursos de busca eletr√īnica, recursos humanos, hor√°rio de funcionamento etc e reavendo novas tecnologias a serem implantadas no SCMB (Sistema Col√©gio Militar do Brasil). 

Para ser gerada uma padroniza√ß√£o nas bibliotecas do Ex√©rcito, foi determinado em dezembro de 2007 o processo de reformula√ß√£o na estrutura das bases de dados destas unidades de informa√ß√£o, objetivando interlig√°-las atrav√©s de um Programa denominado Sistema Pergamum de Gerenciamento de Bibliotecas. 

          Atualmente a Biblioteca do Col√©gio Militar do Rio de Janeiro disp√Ķe de um hall de recep√ß√£o (balc√£o de atendimento); um sal√£o de leitura; um espa√ßo para acervo bibliogr√°fico; duas salas de reuni√Ķes para pais e professores, com material de √°udio e v√≠deo dispon√≠veis, uma gibiteca; um espa√ßo para processamento t√©cnico. Quanto aos t√≠tulos do acervo temos aproximadamente 9.000 (nove mil) t√≠tulos, entre livros e peri√≥dicos, e outros suportes de informa√ß√£o, tais como CD, DVD, etc.

           Disp√Ķem, tamb√©m, de um Hall de Recep√ß√£o (Balc√£o de Atendimento); um Sal√£o de Leitura; um espa√ßo para o Acervo Bibliogr√°fico; uma Sala de Inform√°tica; uma Gibiteca; duas Salas de Estudo/V√≠deo e DVD e um espa√ßo destinado ao Processamento T√©cnico.

 

Fachada   Hall de Entrada
   
Hall de entrada   Interior
     
Gibiteca   Sala de Leitura